Como transferir créditos acadêmicos entre países?

transferir créditos

Se você está voltando de um intercâmbio ou está prestes a começar um, é provável que tenha dúvidas em relação a como transferir créditos acadêmicos entre países. Esse processo consiste basicamente em validar matérias para que elas não tenham que ser cursadas novamente na universidade de destino, ou seja: elas contam como “pontos”, ou os famosos créditos, para que os seus estudos não sejam atrasados com conteúdos repetidos.

No entanto, muitas vezes é preciso muito mais do que simplesmente apresentar a grade de suas aulas para que algumas matérias possam ser eliminadas. O processo de transferência de créditos pode ser bastante burocrático, dependendo das universidades envolvidas. Por isso, trazemos abaixo um breve passo a passo do que deve ser feito. Confira:

1 – Conheça o processo de transferência de cada universidade

Para que tudo aconteça da forma mais rápida possível e sem imprevistos, é essencial conhecer a política de transferência de créditos tanto da faculdade na qual você iniciou os estudos quanto de destino. Os prazos e os próprios créditos atribuídos a cada disciplina podem mudar de acordo com a instituição e ter conhecimento dessas informações previamente te ajudará no planejamento de sua viagem. Além disso, elas te auxiliarão na administração do seu tempo de estudos, uma vez que saberá quantos créditos deve obter e, portanto, terá conhecimento de quantas e quais matérias poderá estudar.

2 – Conheça as matérias que poderão ser validadas

Muitos estudantes que sonham em fazer intercâmbio desconhecem que um curso no exterior, por mais que tenha o mesmo nome do curso iniciado no Brasil (e vice-versa), não necessariamente terá a mesma grade acadêmica. Isso acontece até mesmo entre universidades de um mesmo país, sendo um erro acreditar que, ao fazer a transferência de matrícula, automaticamente já terá eliminado matérias de um semestre inteiro, por exemplo. A melhor forma de evitar esse problema é se certificando também em relação a quais matérias poderão ser validadas em cada situação. Você está no Brasil e pretende ir para uma universidade no Texas? Tenha em mãos todo o conteúdo que será estudado lá e revise-o cuidadosamente com os responsáveis pelos seus cursos aqui e no exterior, assim você já descobrirá rapidamente se terá ou não que estudar mais do que o esperado.

3 – Opte sempre pela tradução juramentada

Como citado no início do texto, não basta simplesmente levar um ou outro documento referente sua escolaridade para ter créditos transferidos. Muitas universidades exigem a tradução juramentada e só validam os créditos se eles forem apresentados desta maneira. Essa forma de traduzir nada mais é do que a versão dos seus documentos acadêmicos para o idioma de destino (italiano, por exemplo, caso seu intercâmbio seja para uma universidade na Itália), feita por uma pessoa capacitada e reconhecida pelo Ministério das Relações Exteriores (MRE). Uma vez traduzidos, tais documentos passam a valer como oficiais no país de destino e a serem reconhecidos pelos consulados, com maior garantia de serem aceitos na universidade escolhida.

Ainda no quesito da tradução juramentada, é preciso se atentar à questão de que algumas instituições terceirizam o serviço de avaliação de créditos. Portanto, cabe ao aluno se certificar em relação às normas da empresa que ficará responsável pelos documentos. Caso seja exigida a tradução juramentada, que é o processo comumente mais aceito, a Up Visa está sempre à sua disposição. Nós somos reconhecidos por realizar traduções homologadas pela junta comercial para todos os idiomas necessários e temos a experiência necessária para que você tenha a sua documentação resolvida com tranquilidade e segurança.

Então, agora que você conhece um pouco do passo a passo de como transferir créditos acadêmicos entre países, fique a vontade para entrar em contato conosco. Nos informe para qual faculdade a transferência precisa ser feita e te ajudaremos a identificar quais documentos acadêmicos devem ser trabalhados. Se preferir, deixe um comentário abaixo e responderemos o mais breve possível.

Deixe uma resposta