5 dicas para viajar para o exterior tranquilo

viajar para o exterior

Viajar para o exterior é um dos grandes sonhos da maioria dos brasileiros. Seja com o objetivo de fazer compras em Miami (EUA), explorar as belezas naturais das Cataratas do Niágara (Canadá) ou estudar no Japão, muitas pessoas saem todos os anos do Brasil para realizar turismo ou para participar de programas de intercâmbio e qualificação profissional.

No entanto, o que muitos não sabem é que uma das etapas mais importantes da viagem é o seu planejamento, quando o indivíduo ainda está em solo nacional. Para te ajudar a evitar problemas durante a sua experiência internacional, nós listamos neste post 5 dicas para viajar tranquilo para o exterior. Confira:

1- Tenha seu passaporte em mãos

Antes de solicitar o seu visto, verifique o status do seu passaporte ou solicite o seu pela primeira vez, ele será o documento essencial para iniciar os seu planos. O procedimento é realizado pela Polícia Federal e possui uma série de exigências burocráticas, como documento de identidade, certidão de casamento (se aplicável), título de eleitor, quitação de serviço militar (se aplicável), CPF e comprovante de pagamento da Guia de Recolhimento da União (GRU). No caso de requerentes menores de idade ou naturalizados no Brasil, podem ser exigidas documentações adicionais, como fotos 5×7 e certidão de nascimento .

O prazo normal de emissão do passaporte é de 6 dias úteis, após o agendamento na unidade mais próxima de sua região, no entanto, algumas unidades da PF estão atrasando a entrega devido a dificuldades com suprimentos enviados pela Casa da Moeda. Para quem tiver urgência para retirar o documento, existem duas opções oferecidas pela Polícia Federal (mediante pagamento de taxa extra):

  • Passaporte de Urgência: é emitido em até 5 dias úteis e é ideal para quem já está com viagem marcada para o exterior.
  • Passaporte de Emergência: é emitido em 24 horas e é aplicável apenas para viagens por motivos de conflitos armados, desastres naturais, doenças (do requerente, cônjuge ou parente de até segundo grau), etc.

Mesmo se você já tiver o documento, é importante checar a data de validade dele: alguns países, como os Estados Unidos e a China, exigem que o passaporte seja válido por no mínimo seis meses para que o visto seja emitido. Nesses casos, é imprescindível realizar a renovação do documento antes de tentar tirar o visto.

Seja qual for a sua situação, ter o apoio de uma agência de documentação é essencial para garantir que você terá o seu passaporte em mãos com tranquilidade até a data da sua viagem. A Up Visa conta com uma equipe especializada para te auxiliar a cumprir todos os requisitos necessários para a emissão ou renovação do documento, tanto com orientações para a parte burocrática, quanto para envio de formulários e agendamento de entrevista. Fale com um dos nossos consultores gratuitamente (clique aqui) e ele poderá te dar uma orientação personalizada sobre o seu caso.

2- Planeje sua viagem com antecedência

Antes de viajar, é preciso ter um roteiro da sua estadia e realizar reservas de passagens aéreas, hotéis, traslado, etc.. Por isso, nós separamos algumas perguntas que precisam ser feitas para garantir que o seu planejamento está completo:

  • Hotel: Sua reserva já foi realizada? Está paga? Qual o horário do check in e check out? Ele está de acordo com os seus horários de chegada e de saída da cidade?
  • Translado: Como será feito o translado entre o aeroporto e o local de estadia? Há opções de Uber, táxi ou aluguel de veículos disponíveis na cidade de destino?
  • Passagem: Além da passagem aérea, será necessário realizar a compra de tickets adicionais para outros deslocamentos internos ou externos ao país de destino?
  • Roteiros turísticos (se aplicável): Já há um planejamento das atrações turísticas que serão visitadas? Os tickets para elas (se aplicáveis) já foram reservados?

Dica: Uma agência de viagens pode te ajudar a realizar o planejamento da sua viagem, com a oferta de pacotes (hotel + passagem aérea + translado + turismo) com preços e condições de pagamento especiais. Procure uma na sua cidade ou, se preferir, entre em contato conosco para que lhe seja indicada uma das nossas agências parceiras.

3 – Vistos consulares

Para cada país de destino existem regras diferentes para a entrada e estadia de estrangeiros no seu território. Portanto, é necessário ficar atento quando a necessidade ou não do visto de entrada. Países como Canadá, Estados Unidos e Japão, por exemplo, exigem a documentação, mesmo em caso de viagens de turismo.

Caso seja necessário tirar o visto, fique atento a lista de documentos que normalmente são exigidos para a emissão, como identidade brasileira, comprovante de residência, comprovante de imposto de renda, fotos e CPF. Além da documentação, pode ser necessário passar por etapas como preenchimento de formulários e entrevista presencial no consulado ou embaixada. Para requerentes maiores de 65 anos ou menores de idade, o processo pode ser diferenciado de acordo com as normas de cada país.

Como a maioria dos países tem um processo muito burocrático, não é recomendável que o viajante tire o visto sozinho (saiba mais aqui), sem contar com o apoio de uma assessoria especializada. A Up Visa atualmente está com uma taxa de 95% de aprovação nos pedidos de vistos consulares e pode te auxiliar a resolver a sua documentação. Consulte gratuitamente um dos nossos consultores e saiba como nós podemos te ajudar a ter uma viagem tranquila.

Se quiser saber mais sobre o processo de solicitação do visto consular, leia nosso post sobre o tema clicando aqui.

4- Câmbio monetário

O brasileiro tem a opção de pagar compras e despesas no exterior com um cartão de crédito internacional, contudo, é recomendável que seja levado em dinheiro valor convertido na moeda do país de destino para situações de emergência. Portanto, para realizar o câmbio monetário, você pode consultar sobre as condições ofertadas pelo seu banco ou por uma empresa especializada de confiança. É importante pesquisar sobre a reputação das principais agências de câmbio da sua cidade, além de ver quais são as indicações e o histórico do negócio.

Dica: Em hipótese alguma aceite realizar câmbio monetário em abordagens suspeitas no aeroporto. A prática realizada por doleiros é ilegal no Brasil e frequentemente está relacionada a golpes, como o uso de notas falsas e sonegação de impostos, como o IOF.

5- Seguro de viagem

O seguro é um dos itens essenciais para garantir que a sua viagem internacional seja tranquila e para evitar prejuízos financeiros ou materiais durante o período. Os pacotes, em geral, cobrem despesas com emergências médicas, furto de pertences, problemas jurídicos ou danos na bagagem. Para saber mais sobre o melhor seguro de acordo com o seu perfil, fale com um dos nossos especialistas aqui.

Ficou com alguma dúvida ou precisa de ajuda para planejar a sua viagem? Entre em contato conosco e um dos nossos consultores te dará uma orientação personalizada para que você faça uma viagem tranquila para o exterior 🙂

Deixe uma resposta