4 dicas essenciais para economizar na troca do carro

troca do carro

Comprar um carro é um desejo comum entre as famílias brasileiras, especialmente devido ao fato do transporte público não ser eficiente em muitas cidades. No entanto, a etapa de escolha do veículo pode ser complexa, sobretudo devido aos altos preços encontrados no mercado automotivo.

Na hora da pesquisa, é preciso estar atento a diversos fatores, tais como os modelos disponíveis, tipo de motor e, no caso de veículos seminovos, quilometragem rodada e revisões a serem realizadas. Além disso, é preciso estar atento a todos os custos que envolvem o novo negócio.

Neste post, você vai conferir dicas essenciais para economizar na troca do seu carro e não cair em armadilhas durante o processo. Boa leitura!

 

1) Cuidado com os valores de revisão e de seguro

Ao comparar dois veículos de marcas diferentes, é preciso pesquisar também o valor de revisão que é cobrado por cada empresa. Em alguns casos, é mais vantajoso adquirir um veículo com um custo inicial maior e taxa de revisão reduzida. Por isso, é necessário colocar os valores no papel e calcular qual tem o melhor custo-benefício a médio e longo prazo.

No caso do seguro, o mesmo acontece: é preciso pesquisar com calma quais as modalidades de seguro oferecidas e comparar os benefícios inclusos com a sua necessidade. O recomendado é que você faça uma cotação com, no mínimo, três empresas diferentes, já que não existe uma regulamentação rígida sobre os valores oferecidos. Se o seu planejamento financeiro permitir, faça o pagamento à vista e negocie um desconto com a operadora.

 

2) Serviços oferecidos pelas concessionárias

Em um momento no qual o setor de veículos automotivos passa por uma desaceleração, as concessionárias veem a necessidade de realizar mais promoções para atrair os clientes. Contudo, nem sempre os descontos são verdadeiros – o valor é muitas vezes repassado para os custos de serviços adicionais, como o emplacamento no caso de veículos 0km e transferência de proprietário e UF para seminovos.

Na maioria dos casos, os clientes realizam as questões burocráticas com a concessionária por acreditarem que essa é a opção que trará maior conforto e economia de tempo. No entanto, fazer a documentação com a empresa de veículos pode custar até o triplo do que realizar os mesmos serviços com uma assessoria de documentação.

Aqui na Up Visa, nós atendemos inúmeros clientes que nos informaram sobre os valores abusivos cobrados pelas concessionárias para resolver a documentação do veículo. Por isso, é preciso estar atento a essa questão na hora de fechar o seu negócio.

Nós somos especialistas em documentos para veículos novos os seminovos e você pode fazer a sua cotação gratuitamente clicando aqui. Além disso, você tem a garantia de que todas as pendências do seu veículo serão resolvidas com rapidez e por um preço justo 🙂

 

3) Forma de pagamento do veículo

Se você não tiver urgência na realização da troca do veículo, pode ser vantajosos esperar mais alguns meses para fazer um pagamento a vista. As concessionárias costumam oferecer descontos para quem já tem o dinheiro em mãos. Se isso não for possível, fique atento aos juros cobrados pelos financiamentos – a atual instabilidade econômica do país favorece juros mais altos para a compra de veículos.

 

4) IPVA

Os valores do IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) variam de acordo com o modelo, marca e ano do carro escolhido. Assim, é possível fazer uma pesquisa junto à administração estadual/distrital para saber exatamente quais valores serão cobrados anualmente e como será feito o reajuste.

Algumas concessionárias oferecem o imposto já pago como uma promoção na compra do veículo. Porém, é preciso ficar atento: esse valor pode ser repassado para o preço final do produto e o “bônus” pode não ser tão vantajoso quanto anunciado.

Se você ficou com alguma dúvida, entre em contato conosco clicando aqui ou deixe o seu comentário abaixo.

Deixe uma resposta